Os Gauleses:
Muito além de Astérix e Obélix

Todos os gauleses eram celtas, mas nem todos celtas eram gauleses. Os gauleses eram grupos celtas que viviam no território que os romanos, especialmente a partir de Júlio César, nomearam Gália e seus habitantes, gauleses, correspondendo, a grosso modo, ao que hoje é norte da Itália, França, Bélgica e Suiça. 


A sexagenária História em Quadrinhos (desenho, filme) Astérix contribuiu muito para promover a ideia de um povo gaulês vivendo isolado em pequenos vilarejos, se banqueteando com carne de javali e vestindo seus capacetes alados. Há muitos esteriótipos sobre os gauleses, desde as fontes gregas e romanas até Astérix. 

Os gauleses favoreciam a transmissão oral. Por esta razão, a imagem que temos desse povo foi construída durante séculos a partir de textos gregos e romanos que os descrevem como bárbaros, em oposição à civilização grega e romana. Ao longo dos séculos foi construída uma imagem de gauleses rústicos, briguentos, rudes, mas também orgulhosos e corajosos, vivendo perto da natureza. O trabalho realizado no campo da arqueologia, em particular dos últimos quarenta anos, abala completamente todos os a priori que se pensava ter sobre esse povo e revela uma civilização muito refinada, organizada e na origem de varias invenções usadas até hoje. 

 

O objetivo deste curso é, assim, reabilitar a imagem dos “bárbaros” gauleses, longe dos clichês veiculados por Astérix ou Hollywood à luz das últimas descobertas arqueológicas a partir de aulas temáticas que exploram o universo dos gauleses.

Professor

Prof. Dr. Yves Rolland

Prof. Dr. Yves Rolland

Yves Rolland é francês e doutor em Arqueologia Romana pela Université Lumière, Lyon. Especialista em navegação e transporte de mercadorias, graduado em história pela Université Pierre Mendès France – Grenoble. Participou de escavações arqueológicas na França; foi educador e chefe de projeto no Museu da civilização galo-romana e, em seguida no museu de história da cidade de Lyon (França). Pesquisador associado ArAr – Archéologie et Archéométrie UMR5138, Université Lumière Lyon 2, CNRS

Programa do Curso

(clique no título de cada aula para ler a descrição)

A religião gaulesa é mal conhecida. Os raros textos que a mencionam são estrangeiros (gregos ou latinos) e carregados de a priori. Deles emerge a imagem de uma religião primitiva, em contato com a natureza, praticando comumente o sacrifício humano. E se tudo for falso? Os dados arqueológicos permitem rever completamente esta imagem e mostram, pelo contrário, a existência de santuários muito organizados e contradizem, até, a ideia de prática do sacrifício humano.

Além de Toutatis, mencionado muitas vezes por Asterix, quais são as divindades gaulesas? Ao que elas eram associadas? Para poder responder essas perguntas precisamos estudar os atributos (objetos / animais) que aparecem em suas representações, o nome das divindades romanas às quais podiam ser associadas e, às vezes, estabelecer paralelos com divindades escandinavas (vikings) e irlandesas. Um verdadeiro trabalho de investigação…

Filmes e livros continuam a opor regularmente um exército romano disciplinado, organizado e bem equipado aos “bárbaros” gauleses ou germanos desorganizados, sem estratégia e com armas rudimentares. Mais uma vez, um estudo mais aprofundado dos textos, cruzados com dados arqueológicos, mostra guerreiros valorizando a honra, mas também beneficiando de tecnologias de ponta, em particular no domínio do ferro.

Ao contrário da imagem transmitida por Asterix, os gauleses não comiam javalis. A caça era apenas uma pequena parte do regime alimentar. Os camponeses gauleses praticavam a criação e a agricultura, que conhecemos pelo estudo dos ossos e sementes. Além da carne bovina e suína, cavalos e cães estavam comumente no cardápio…

Calendário e Funcionamento

O Curso, que será em língua portuguesa, constará de quatro aulas online em tempo real (ao vivo), totalizando 8 horas de carga horária
As sessões serão nos dias 9/11, 16/11, 23/11, 30/11 de 2021, sempre às terças das 20:00 às 22:00. Não pode em algum ou mesmo em todos esses dias? Não é um problema, pois as aulas são gravadas e disponibilizadas durante todo o Curso para os (as) inscritos (as) verem ou reverem.  As sessões serão pela plataforma Zoom, sendo possível interagir via chat, áudio e vídeo durante as aulas.
Valor total do Curso: 150 reais. Estudantes universitários (graduação) e Professores (as) da educação básica da rede pública ou privada têm direito a 50% de desconto. Para obter o desconto, após realizar o pagamento, envie para o nosso email um comprovante (vínculo empregatício, vínculo de matrícula, carteira de estudante, entre outros) de que faz jus ao desconto ( [email protected]).
O pagamento é feito via cartão de crédito, transferência bancária, PIX ou boleto. Você fará a escolha do pagamento depois que clicar em “Pagar a Inscrição”, logo abaixo.

Acesso ao Curso

Os Gauleses: Muito além de Astérix e Obélix ​

Valor Integral
R$ 150
  • Aulas em tempo real (terças, 09/11, 16/11, 23/11, 30/11 das 20:00 às 22:00)
  • Possibilidade de seguir o curso pelas gravações das aulas
  • Sessões via Zoom com interação direta com o Professor
  • Certificado de participação com a carga horária
    (tanto para quem assiste ao vivo como para quem segue o Curso via gravações)

Acesso ao Curso

Os Gauleses: Muito além de Astérix e Obélix

Valor com Desconto
(estudantes de graduação ou professores da rede básica, pública ou privada)
R$ 75
  • Aulas em tempo real (terças, 09/11, 16/11, 23/11, 30/11 das 20:00 às 22:00)
  • Possibilidade de seguir o curso pelas gravações das aulas
  • Sessões via Zoom com interação direta com o Professor
  • Certificado de participação com a carga horária
    (tanto para quem assiste ao vivo como para quem segue o Curso via gravações)

estudante

Perguntas Frequentes

O Curso funciona com aulas em tempo real pela plataforma Zoom, nas quais os Professores expôem o conteúdo com o suporte de slides e, em seguida, temos o debate em que todos (as) podem comentar ou perguntar, via chat ou webcam. 

Entre as aulas, nós nos comunicamos por email com a turma, respondendo perguntas adicionais e sugerindo bibliografias.

As aulas ao vivo são gravadas e disponibilizadas aos inscritos durante todo o período do Curso. O acesso às gravações termina 60 dias após o término do Curso.

Os Professores que ministram nossos Cursos são convidados ou selecionados pelo nosso comité científico. Os Professores possuem a titulação mínima de Mestre e trabalham diretamente com a pesquisa e ensino acerca dos povos da Antiguidade. Nos nossos Cursos, você terá um profundo conhecedor das matérias ensinadas te guiando na (re)descoberta do mundo antigo.

Nossos Cursos são recomendados para qualquer adulto que tenha interesse nas civilizações da Antiguidade. Aqui você encontrará o conteúdo organizado de maneira muito mais profissional e pedagógica do que se pode achar de maneira aleatória na internet.

Sim, nós fornecemos certificado com a descrição das matérias vistas no Curso e com a carga horária. Nossos certificados têm sido úteis, por exemplo, para a complementação de carga horária de atividades extra-curriculares nos cursos de Graduação nas Universidades, ainda que cada Universidade tenha autonomia para aceitar ou rejeitar qualquer tipo de certificado.

Nós devolvemos o pagamento da sua inscrição em duas ocasiões: a) Até o dia da primeira aula; b) Após a primeira aula e antes da segunda, caso você tenha visto a primeira aula e não tenha gostado. Para tanto, basta nos enviar um email, sem burocracia, pois queremos que nossos Cursos sejam enriquecedores para você.

O desconto é limitado a estudantes de graduação ou professores da rede básica, logo estudantes de pós-graduação não têm direito ao desconto.

Comentários dos nossos estudantes:

Ainda com dúvidas?
Você pode nos escrever e responderemos bem rápido

Outro Curso com inscrição aberta:

clique no cartaz para ler os detalhes

Receba as novidades do Instituto Mundo Antigo em seu email

Junte-se a 351 outros assinantes